Pular para o conteúdo principal

Comece tomando consciência da respiração...

Thich Nhât Hanh em "Para Viver em Paz - O milagre da mente alerta", ensina alguns exercícios bem interessantes que podem ser um bom começo para nos conectarmos com a filosofia de Vinyasa Krama.

Respirando conscientemente...
> Sente-se em lótus completo, meio lótus, vajrasana sukhasana, ou numa cadeira com os pés tocando o chão. Faça três respirações suaves e mantenha um leve sorriso na face, relaxando os músculos, as mandíbulas, arcada dentária, a língua, a nuca, a garganta e o topo da cabeça.
Inspire mentalizando: "Estou inspirando, um" (expandindo, criando espaço). Ao expirar: "Estou expirando, um"(liberando a energia que não me serve mais). Continue assim por 15 respirações. A expiração será mais longa do que a inspiração. Não se fatigue. Tente expandir os músculos, as costelas, a caixa torácica, as axilas do peito que o ar entrará naturalmente pelas narinas, sem que você precise forçar.
Lembre-se de respirar prestando atenção ao movimento do estômago (deixe o abdômen levantar para trazer as à parte baixa dos pulmões, e à medida que a parte superior de seus pulmões começa a se encher de ar, seu peito começa a levantar e o estômago a baixar).

Alertando a mente para preparar o chá...
(consciência da respiração e dos movimentos do corpo)
> prepare um bule de chá para servir aos convidados ou para tomar sozinho. Cada movimento deve ser feito lenta, conscientemente. Não deixe que nenhum gesto se manidete sem que esteja consciente dele. Mentalize que suas mãos estão levantando o bule pela asa. Saiba que está pondo o chá na xícara, siga cada passo conscientemente. Se sua mente começar a se dispersar, mantenha controle da respiração.
Você pode fazer isso ao lavar a louça, organizar seus papéis, tomar banho, se barbear...

O seixo (um pedregulho)...
Sente-se como no primeiro exercício. Regule sua respiração, deixando-a bem tranqüila. Quando ela se tornar lenta e regular, relaxe todos os músculos, mantendo sempre um leve sorriso na face. Imagine-se como um seixo pesado caindo nas águas de um rio. Ao afundar, não deve haver nenhuma intenção em direcionar seus movimentos. Vá submergindo até atingir o fundo do rio. Continue assim meditando até que sua mente e seu corpo obtenham total descanso; como o seixo pousando no leito do rio. Permaneça nessa paz e contentamento por pelo menos 15 minutos enquanto observa sua respiração. O universo existe nesse presente momento. Os desejos não o tirarão dessa paz, nem mesmo o desejo de se tornar um Buda ou o de salvar todos os seres. Saiba que somente sobre os alicerces da pura paz desse momento presente é que é possível tornar-se um Buda e salvar todos os seres.
- Você pode ir aumentando o tempo de permanência, de 15 min pra 30 min ou uma hora, se quiser ir além.

Namaskar!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

Aulas de Yoga no Espaço Akasha, Humaitá

Namaste!



O que você está esperando para iniciar sua prática de Yoga? Conheça os muitos benefícios desta prática milenar:

- Reduz o estresse;

- Regula o funcionamento dos sistemas digestório e respiratório;

- Melhora o sono;

- Promove a permanente sensação de bem estar;

- Equilibra a produção hormonal;

- Fortalece o sistema imunológico;

- Alonga os músculos;

- Melhora a qualidade de vida;

- Aumenta a capacidade de concentração e a criatividade.

Veja os horários do site do Espaço Akasha - www.espacoakasha.com.br - e agende uma aula experimental!

Mais informações: espacoakasha@gmail.com

Om Shanti Om