Pular para o conteúdo principal

A INTELIGÊNCIA DO CORPO...

"Através do asana desenvolvemos uma sensibilidade tão intensa, que cada poro da pele atua como um olho interior. Tornamo-nos sensíveis ao ponto de contato entre a pele e a carne. A nossa sensibilidade difunde-se pela periferia do corpo, tornando-se capaz de entender se o nosso corpo está alinhado num determinado asana. Em vez de olhar, sentimos a posição do corpo. Cada célula torna-se um olho, que observa cada parte do corpo. (...) A inteligência do cérebro e do músculo fundem-se e difundem-se para todo o corpo". B.K.S. Iyengar

Ao praticar hatha yoga com "disciplina" (aberturta para o conhecimento), compreendemos que o corpo tem a sua inteligência (a pele, os músculos, nervos, atuam na comunicação com os sistemas do corpo) e que é preciso "liberar" os bloqueios para a "energia fluir". Ao criar espaços "internos" em todo o corpo, através das posturas e da respiração consciente, há uma melhor comunicação entre os tecidos e os nervos, que vão enviando mensagens para o cérebro e vice-versa. Os músculos enviam mensagens à pele e a pele aos músculos, gerando uma equilíbrio nos sistemas, sem bloqueios.

Essa consciência nos leva a uma percepção mais profunda de que corpo temos, com que padrões ele foi construído, onde existe flexibilidade, rigidez, tensão, desconforto, quais seus limites, quais suas possibilidades, etc - de quem somos, para onde queremos ir, com que intenção seguir adiante, nos liberando de antigos padrões. Começar pelo corpo é uma auspiciosa oportunidade. Ele é nosso grande aliado no caminho da evolução, da autotransformação, diaria - autotransmutação.

Hari Om!

Mari

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

O Silêncio...

Conhecer o silêncio
Permanecer no silêncio
Cultivar o Silêncio
Honrar o silêncio
Respeitar o silêncio
Celebrar o silêncio
O silêncio é você.
...
No silêncio, transformações profundas acontecem.

Hari OM!