Pular para o conteúdo principal

FONTE DA VIDA...

"How could the soul not take flight
When from the glorious Presence
A soft call flows sweet as honey,
And whispers, "Rise up now, come away."
How could the fish not jump
Immediately from dry land into water,
When the sound of water from the ocean
Of fresh waves springs to his ear?
How could the hawk not fly away,
Back, back, to the wrist of the kind
As soon as he hears the drum
The king’s baton hits again and again,
Drumming out the signal of return?
How could the Sufi not start to dance,
Turning on himself, like the atom in the sun of eternity,
So he can leap free of this dying world?
Fly away, fly away, bird, to your native home.
You have leaped free of the cage,
Your wings are flung back in the wind of God.
Leave behind the stagnant and marshy waters,
Hurry, hurry, hurry, O bird, to the source of life!"
- Jalal-ud-Din Rumi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

O Silêncio...

Conhecer o silêncio
Permanecer no silêncio
Cultivar o Silêncio
Honrar o silêncio
Respeitar o silêncio
Celebrar o silêncio
O silêncio é você.
...
No silêncio, transformações profundas acontecem.

Hari OM!