Pular para o conteúdo principal

RESPIRAÇÃO É MOVIMENTO E PAUSA!


"Prana é a força vital em nossos corpos. Ele interpenetra e pulsa dentro de cada célula - dando vida ao nosso corpo ... Cada partícula do corpo físico, cada molécula de DNA, cada célula, cada órgão e cada glândula pulsa com o prana. A respiração tece os fios de uma intenção nas fibras exteriores do corpo ... A respiração é a essência energética de ação." John Friend

Ao ler este poema acima, veio na mente a imagem, ou viagem, que tive uma vez durante uma vivência: a respiração como uma dança, uma espiral sempre em movimento, nutrindo o corpo, oxigenando a mente e renovando o coração.

E é assim que sinto na prática de Vinyasa Krama, quando a respiração e o movimento se alinham ao fluxo do coração - e a mente dá espaço para a pausa, para o não-pensar, como uma meditação em movimento, um estado de presença, sem as flutuações mentais.

No Vinyasa há a pausa, entre o inspirar e o exalar. Existe a retenção com os pulmões cheios para a execução do movimento seguinte, onde ocorre a exalação. Existe a retenção entre uma respiração e outra, na transição de uma postura para outra.

Os iogues buscam nos pranayamas, exercícios de controle da respiração, repousar suas mentes neste espaço de pausa. É na retenção da respiração - kumbhaka, que é possível aprofundar no estado de Yoga, da meditação, de permanecer num estado de cessar das flutuações mentais.

Que tal colocar em prática? Volte a atenção para a respiração, observe o ritmo, a temperatura do ar, o caminho que o ar percorre dentro de você, aprofunde-se nesta dinâmica. Aos poucos vá mantendo o mesmo tempo para inspirar e para exalar. Depois, pode começar a fazer pausas de pulmões cheios, retenção com ar, e pausas com os pulmões vazios, retenção sem ar. Sempre respeitando seu limites e com a intenção verdadeira de estar presente com toda a sua energia no que está fazendo.

Através da prática da respiração consciente, vamos experimentando momentos de tranquilidade, equilíbrio, harmonia - de presença. E, ao experimentar este estado, dificilmente o agir se tornará inconsciente, desperdiçando energia.

Hari OM!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

O Silêncio...

Conhecer o silêncio
Permanecer no silêncio
Cultivar o Silêncio
Honrar o silêncio
Respeitar o silêncio
Celebrar o silêncio
O silêncio é você.
...
No silêncio, transformações profundas acontecem.

Hari OM!