Pular para o conteúdo principal

O NIRVANA ESTÁ DENTRO...



Na prática de hatha yoga, assim como na meditação, no teatro, na dança e outras diversas atividades...Quando conectamos com o nosso centro, um lugar dentro de nós de onde vem nossa serenidade, diria até nosso equilíbrio, tudo flui...Parece que estamos em ligação direta com algo maior, com uma energia cósmica que nos impulsiona inteiros no caminho a frente. Mas se não houver esta conexão, parece que tudo fica partido, sem energia pra ação, e aí a porta está aberta para o desequilíbrio, tanto das emoções, quanto do corpo e da mente...

Nas palavras de Campbell:

"O nirvana budista é um centro de paz desse tipo. A libertação é o nirvana, que é um estado da mente ou da consciência, não um espaço físico, em algum lugar como o céu. Está aqui mesmo, no meio do turbilhão da vida. É o estado que você atinge quando não está mais sendo levado a viver em função dos desejos, medos e compromissos sociais compulsivos, quando encontra seu centro de liberdade e, a partir daí é capaz de agir por opção própria. Ação voluntária, a partir desse centro, é a ação dos bodhisattvas – participação jubilosa nos padecimentos do mundo. Você não está agrilhoado, porque se libertou dos grilhões do medo, da luxúria e dos deveres. Estes são os senhores do mundo."
Fonte: O Poder do Mito, Joseph Campbell.

Comentários

  1. Mari: Isto é parte de um texto do Dr. Celso Charuri. Acho que tem tudo a ver com o seu texto. Tudo está dentro de nós e o que está fora é o reflexo.
    "É preciso que você, que usa a mente, saiba que não são os fatos acontecidos fatalmente que o farão feliz ou infeliz. É você, que sendo feliz ou infeliz, faz os fatos ao seu redor. Não são os fatos, considerados pelas pessoas que estão ao seu redor, que farão você feliz ou infeliz. Ao contrário, é você que , sendo feliz ou infeliz, construirá circunstâncias felizes ou infelizes. Quando você entender isto, você terá felicidade ao seu redor."

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Om. Shanti, Shanti, Shanti.

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

O Silêncio...

Conhecer o silêncio
Permanecer no silêncio
Cultivar o Silêncio
Honrar o silêncio
Respeitar o silêncio
Celebrar o silêncio
O silêncio é você.
...
No silêncio, transformações profundas acontecem.

Hari OM!