Pular para o conteúdo principal

A PAZ QUE HABITA EM VOCÊ...


Hari Om!

Esses dias lindos de outono têm me feito refletir muito sobre a urgência que temos em nos libertarmos de padrões que nos paralisam, vivendo o presente, essa grande bênção!

Senta que lá vem a história! Ontem no metrô uma mulher sentou-se ao meu lado reclamando de tudo. No final das contas, deu pra ver que ela estava muito infeliz. Seu reino interno estava sobrecarregado com tanta insatisfação, com medos e traumas do passado e ansiedade e angústia com o que ainda virá a ser sua vida. Fiquei ali meditando e treinando uma escuta desapegada da energia tensa que ela colocava em cada palavra ("eu só mentalizava o mantra: "essa energia não é minha, estou em união com o Tao"). Me deu vontade de ensiná-la a silenciar e escutar seu coração um pouco, pois a mente estava um macaquinho pra lá de tagarela! Lendo P. Yogananda, belo mestre que sempre me inspira, veio este exercício simples e precioso, que dedico a todas as mentes inquietas...E não são poucas! Já experimentei algumas vezes.

Sente-se confortavelmente numa cadeira ou no chão (pode encostar na parede pra ficar com a coluna bem ereta), faça um ciclo de dez respirações profundas, inspirando e exalando pelas narinas. Sinta na inspiração a expansão do alto do abdômen, costelas e peito, e exale lentamente esvaziando todo o ar de seus pulmões e relaxando todo o corpo.

De olhos fechados..."concentre sua mente interiormente no ponto entre as sobrancelhas, no ilimitado lago de paz. Sinta um eterno círculo de paz ondulante à sua volta. Quanto mais você observar atentamente, mais sentirá as ondulações de paz se expandindo das sobrancelhas para a testa, da testa para o coração e do coração para cada célula do seu corpo. Agora as águas de paz transbordam as margens do seu corpo e inundam o vasto território da sua mente. A torrente de paz flui além dos limites da sua mente e se move em infinitas direções.

Paramahansa Yogananda, "Meditações Metafísicas"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

O Silêncio...

Conhecer o silêncio
Permanecer no silêncio
Cultivar o Silêncio
Honrar o silêncio
Respeitar o silêncio
Celebrar o silêncio
O silêncio é você.
...
No silêncio, transformações profundas acontecem.

Hari OM!