Pular para o conteúdo principal

SAINDO DO CÍRCULO DO TEMPO COM PRECISÃO...


Hari Om!

Como nos inspira Rumi, é preciso sair do círculo do tempo, e entrar no círculo do amor. Aparentemente óbvio, mas nem tanto neste mundo de ilusão. Conversando com uma aluna ao final da aula sobre "conectar com a fonte infinita de energia no centro do peito", no Anahata chakra, chegamos à conclusão de que algo tão simples e, ao mesmo tempo tão profundo, só pode ser conquistado nesta existência se houver muita consciência, muita presença, porque não sabedoria.

Por essas e outras que meditar é preciso, não digo ir pra um lugar totalmente fora de sua rotina e sentar na postura de lótus (padmasana), mas sim silenciar, observar e se escutar, um exercício diário.

As palavras de Fernando Pessoa, "navegar é preciso, viver não é preciso", também levam a esse direcionar de propósito, de intenção (sankalapa) para o que está em sintonia com o coração (individual rumo ao universal!). É essa "precisão", com ajustes internos frequentes em consonância com a autoescuta, que nos leva ao nosso SER - a prática de Hatha Yoga tem esse objetivo, do corpo grosso ao mais sutil.

Já imaginou uma rota marítima sem precisão, não daria em lugar nenhum ou em lugares não tão auspiciosos (risos!). Sei que os mais aventureiros questionariam: "e a possibilidade de encontrar o novo?". Mas o novo é sempre presente, a cada segundo nada mais é como era, a cada minuto existem ilimitadas possibilidades, isso se você fluir com o Universo - Somos Todos Um só Coração.

Aprendi e tenho colocado em prática: Escute seu coração e caminhe junto com a sua verdade, com sua essência, será uma experiência transcendetal, como muitos já tiveram, diria Buda, Jesus, Yogananda, uma lista de divinos mestres!

“Ter sabedoria é ser capaz de encontrar todas as soluções sem criar tensão nem oposição a ninguém, mas antes prestar atenção a cada ação de forma nobre e autêntica. Criar limitações e aumentar os obstáculos é não entender que somos seres grandiosos e que para tudo há uma solução." António Sequeira, Virtudes para uma nova consciência, 1999

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

O Silêncio...

Conhecer o silêncio
Permanecer no silêncio
Cultivar o Silêncio
Honrar o silêncio
Respeitar o silêncio
Celebrar o silêncio
O silêncio é você.
...
No silêncio, transformações profundas acontecem.

Hari OM!