Pular para o conteúdo principal

Mais equilíbrio...


"Tornar-se espiritual não é uma questão de aprender técnicas, cânticos ou rituais. Crescimento espiritual significa manter o equilíbrio. Com equilíbrio ganhamos perspectiva, nos mantemos dentro da realidade e aprendemos a evitar extremos. Extremos segregam e separam. No equilíbrio há reconciliação, mesmo com aquelas coisas que parecem ser opostas."

Hoje dando aula trabalhei equilíbrio e percebi o quanto é desafiador para quase todos os alunos uma postura como vrikshasana (da árvore). Lembrei de uma frase que o Paulo Murilo repetiu muitas vezes em suas aulas: "Yoga não é ficar de cabeça para baixo, é ficar de pé sobre os próprios pés." Aparentemente bem simples, mas na prática nem tanto. Numa postura básica como Tadasana (postura da montanha) é preciso fundamento, alinhamento com o centro (umbigo), expansão (centro do peito, clavículas...), alongamento da coluna, relaxamento de ombros (encaixe das escápulas), ação e relaxamento num mesmo corpo, foco e respiração consciente, estado de presença...E mas tantas outras ações que não citei (se você lembrar poste aqui!). Fácil?!
Tem alunos que conseguem ficar numa postura invertida bem mais facilmente do que numa de pé...Uma reflexão que tenho feito e gostaria de compartilhar...Era isso!

Psiu: Esta imagem me fez viajar fundo!! Ela é de um artista que deve ser praticante de yoga, para conhecer seu trabalho clique aqui

Hari Om!
Mari

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

O Silêncio...

Conhecer o silêncio
Permanecer no silêncio
Cultivar o Silêncio
Honrar o silêncio
Respeitar o silêncio
Celebrar o silêncio
O silêncio é você.
...
No silêncio, transformações profundas acontecem.

Hari OM!