Pular para o conteúdo principal

Somos Vis...Somos Um



A oposição de Saturno e Urano, que dura cerca de 1 ano e meio, traz mudanças totais das antigas estruturas, tanto no nível coletivo como individual. Leva-nos a repensar/transformar crenças estagnadas para termos mudanças verdadeiras (de dentro pra fora!). Não adianta ficar vibrando nas energias dos noticiários da TV. Isso só cria uma ressonância de medo, angústia, sofrimento e mais corrupção.

Esse trânsito planetário tem muito a colaborar com uma mudança nas estruturas do mundo em que vivemos. Etimologicamente falando...Do latim violentia, verbo violare (transgredir o equilíbrio natural), a palavra violência remete a vis (vigor, força, potência). Essa força torna-se violência quando se ultrapassa um limite, perturba acordos ou regras.

Se analisarmos a nossa vida comum com base na Declaração Universal dos Direitos Humanos, perceberemos que tá tudo dominado! Sem falar nos filmes, novelas, na lavagem cerebral imposta pela mídia. Mas em nós? Qual de nós não é violento, seja com o outro ou com si próprio, até mesmo com um outro ser vivo? Mesmo pregando a não-violência, nós muitas vezes violamos o equilíbrio natural das coisas, com relações de exploração. Em busca de quê? Prazeres? Suprimir a solidão? Esta última só aumenta cada vez mais...Este "buraco" cada vez maior é porque vivemos na individualidade coletiva.

O apego viola, "traz conseqüências como o ciúmes, a ansiedade, a possessividade, o domínio. A competição está destruindo o mundo. "Se provocarem um modo diferente de viver em si mesmos, estão influenciando a consciência da humanidade como um todo. Isso se forem de fato sérios e se dedicarem a fundo". (Krishnamurti)

Que tal começarmos todos juntos a observar dentro, ao redor, nossas próprias atitudes? Essas transformações sim são reais e refletem no mundo externo, no que chamamos de sociedade. Julgar o outro de nada adianta. Mas compartilhar com ele as transformações nas suas estruturas sim.

Um cheiro,

Comentários

  1. Até quando vai este trânsito? bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari! Realmente esse trânsito trouxe muitas alterações no mundo - o que aconteceu na Bolsa do EUA durante esse trânsito é comparada à queda do muro de Berlim do Capitalismo; realmente sentiremos isso por um bom tempinho.... Grande Beijo, Adoro seu Blog! Parabéns! Beijos, Marcelo Paiva - http://mspnet.blogspot.com - http://msptv.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Om. Shanti, Shanti, Shanti.

Postagens mais visitadas deste blog

INSPIRAÇÃO...

O mestre iogue B. K. S. Iyengar diz que a prática de pranayama retira as nuvens que encobrem a consciência, clareia a visão e nos ilumina para que possamos enxergar as coisas como elas realmente são - e assim estarmos mais preparados para fazer as escolhas certas.

Mais do que aprender diversos exercícios respiratórios (pranayamas), com as retenções, narinas alternadas, despertar do agni (fogo do manipura chakra), é importante focarmos a prática na respiração profunda e lenta. Perceber os pontos de tensão do corpo que impedem o inspirar e exalar com qualidade. É identificar a presença de emoções e pensamentos (memórias) que nos aprisionam, provocam medo, contração, e até mesmo rigidez, pois elas impedem o livre fluir de prana - energia orgânica - no corpo através dos nadis (condutos sutis para a filosofia/ciência do Yoga).

A respiração é uma entidade, algo de dentro pra fora, uma conexão entre ser e mente, ser e corpo, ser e coração (alma). Quando inspiramos, é de dentro que vem a inten…

Diga não aos agrotóxicos!

Diga sim apenas aos orgânicos, assim acabamos com esse assassinato em massa realizado pelos grandes produtores que não seguem nenhum dos yamas (código de conduta yóguica): ahimsa (não-violência), satya (veracidade), asteya (honestidade), arvajan (retidão), sauchan (pureza de pensamentos, emoções, ações).

Hari OM!

O Silêncio...

Conhecer o silêncio
Permanecer no silêncio
Cultivar o Silêncio
Honrar o silêncio
Respeitar o silêncio
Celebrar o silêncio
O silêncio é você.
...
No silêncio, transformações profundas acontecem.

Hari OM!